quarta-feira, 26 de março de 2008

LINGUA PORTUGUESA- CPA- ENSINO FUNDAMENTAL

Educação de Jovens e Adultos
Comissão Permanente de Avaliação – CPA
EXAMES SUPLETIVOS DE ENSINO FUNDAMENTAL
LÍNGUA PORTUGUESA
Caro(a) candidato(a)
O estudo da Língua Portuguesa oferece inúmeras possibilidades, porque várias são as experiências que os textos oferecem sobre os fatos da realidade, sobre experiências humanas, estabelecendo, pela leitura, um diálogo com o que está escrito. Ler e escrever constituem atos comunicativos que ampliam a sua participação social no mundo, de forma mais crítica, criativa e atuante.
Este Programa o(a) ajudará nos estudos preparatórios aos seus exames. Os exemplos são algumas pistas para orientá-lo(a) nesses estudos. A bibliografia é a referência mínima que deve ser ampliada com outros materiais portadores de textos, a exemplo de revistas, jornais...
Com dedicação e esforço você conseguirá, com certeza, melhores resultados nos Exames.
Boa Sorte!

OBJETIVOS

1.1 Compreender e interpretar as informações contidas nas várias modalidades de textos, sempre atento ao uso social da língua no cotidiano.
- Identificar o tema/ tópico central do texto.
1.2 Identificar variados tipos de textos (estilo, função).
- Utilizar apoio de desenho ou foto na compreensão e interpretação do texto.
- Reconhecer no texto marcas típicas de linguagem oral.
2.1. Redigir textos narrativos e descritivos (questão discursiva).
3.1. Reconhecer e utilizar a escrita correta das palavras em textos, relacionadas aos seus sentidos: contrários, idênticos ou semelhantes
4.1. Reconhecer e empregar corretamente os sinais de pontuação em frases, períodos e textos
5.1. Entender e empregar corretamente a concordância do nome (substantivo) com a qualidade (adjetivo), artigo, numeral, pronome.
5.2. Do verbo com o sujeito (pessoa — eu, tu, ele/ ela/ você, nós, vós, eles/ elas/ vocês) e o número (singular e plural
6.1. Identificar a idéia apresentada pelo verbo em frases e períodos (fato concreto, desejo, dúvida, ordem), num determinado tempo
7.1. Identificar e empregar corretamente os advérbios na sua função modificadora e circunstâncias apresentadas.
8.1. Reconhecer e usar corretamente as preposições
9.1 Construir textos, usando as conjunções adequadas.9.2 Construir textos, usando as conjunções adequadas
CONTEUDOS :
1. TEXTOS
1.1 Textos informativos (jornal, revista; propaganda, charge).
1.2 Textos literários (crônicas, poemas, poesias, contos, fábulas).Músicas populares
2. NARRAÇÃO E DESCRIÇÃO
2.1 Narração: conta-se uma história, observando-se a seqüência dos fatos (começo, meio e fim). Exemplos:
- Com início orientado (continua-se escrevendo sobre o assunto, dando-lhe um término coerente);
- Com final a escolher (conclui-se a narração dando-lhe sentido coerente);
- Texto com descrição de personagem, a partir de uma seqüência de figuras;
- Relato de um fato da infância (O que aconteceu? Quando? Como aconteceu? Por que aconteceu?);
- Se você fosse... o que faria para ajudar...;
- Sobre a escolha de uma profissão;
- Sobre um momento feliz.
2.2 Descrição: descrevem-se as características físicas e interiores de uma pessoa; características de um animal; de um ambiente, de um lugar.
Exemplos:
- Escreva sobre o seu esporte favorito (destaque o que parece mais significativo, se ele é conhecido, muito praticado. Você pratica esse esporte? Quando? Onde? Nele, que pessoas se destacam? São conhecidas mundialmente?).Descreva um ambiente: lugares que você viu há muito tempo (uma casa onde já morou, uma cidade onde esteve...); lugares que você conheceu por fotografia (a lua, o fundo do mar, a selva, uma fazenda)
3. ORTOGRAFIA
3.1. Significação das palavras: sinônimos / antônimos / parônimos / homônimos / homógrafos / homófonos.
- Sinônimos: achar, encontrar / habitar, morar;
- Antônimos: feliz, infeliz / escuro, claro;
- Parônimos: descrição, discrição / vultoso, vultuoso / mais (adv.), mas (conj.) / mal (adv.), mau (adj.);
- Homônimos: gelo e almoço (com e e o fechados), gelo e almoço (com e e o abertos);
- Homógrafos: cedo (adv.), cedo (v. ceder) / são (verbo), são (sadio);Homófonas: passo (marcha), paço (palácio real) / censo (demográfico), senso (sentido) / porque (resposta), por que (pergunta).
4. SINAIS DE PONTUAÇÃO
4.1. Vírgula: José, Maria e Pedro chegaram.
- Exclamação: Que belo dia!
- Interrogação: Que horas são?
- Ponto e vírgula: Os jovens chegaram cedo; os coordenadores vieram depois.
- Dois pontos: Rita respondeu: estou aqui.
- Travessão: — Não me esperava? — Confesso que não
5. CONCORDÂNCIA NOMINAL (nome) e VERBAL (verbo)
5.1. Nominal
- O artigo e o substantivo: O menino. Os meninos. A menina. As meninas.
- O adjetivo e o substantivo: Menino aplicado. Meninos aplicados. Mulher bonita. Mulheres bonitas.
- O numeral e o substantivo: Comprei um lápis. Comprei duas maçãs.
- O pronome e o substantivo: Interroguei as alunas. Interroguei-as. Meu livro é novo.
5.2. Verbal: o verbo concorda com o sujeito em número (singular e plural) e pessoa (1ª, 2ª e 3ª pessoa do singular ou do plural).
Ex.: O menino chegou. / Os meninos chegaram. / A professora e o professor preparam a prova. / Eu e tu sairemos de manhã. / Tu e eles saireis amanhã. / Você e ele sairão amanhã.
6. MODOS E TEMPOS VERBAIS (indicativo, subjuntivo e imperativo / presente, passado / futuro).
6.1. Indicativo: indica a ação de modo certo, positivo, real. Ex.:
Ø A terra produz frutos.
Ø A terra produziu frutos.
Ø A terra produzirá frutos.
- Subjuntivo: indica a ação de modo incerto, vago, duvidoso. Ex.:
Ø Desejo que você estude.
Ø Talvez eu consiga uma vaga.
Ø Se ele chegar cedo, fará o exame.
- Imperativo: indica ordem, pedido. Ex.:
Ø José, colha os frutos.José, faça-me um favor.
7. ADVÉRBIOS
7.1. Função modificadora dos advérbios
- modificam o sentido do verbo = Aquele rapaz fala bem.
- modificam o sentido do adjetivo = A casa é muito bonita.
- modificam o sentido de outro advérbio = A jovem trabalha muito bem.
- Algumas circunstâncias que os advérbios indicam:
Ø lugar (aqui, lá, ali, dentro etc.);
Ø tempo (hoje, amanhã, cedo etc.);
Ø afirmação (sim, realmente etc.);
Ø negação (não, absolutamente);
Ø dúvida (talvez, acaso etc.);
Ø intensidade (muito, pouco, mais etc.);
Ø modo (bem, mal, devagar etc.).
8. USO DAS PREPOSIÇÕES
8.1. Preposições – palavras que ligam dois termos entre si.Ex.: Livro de Pedro. Estou sem dinheiro. Lutou contra nós.
9. USO DAS CONJUNÇÕES
9.1. Coordenativas (são independentes) = ligam palavras ou orações do mesmo valor ou função.
Ex.: Marta faz desenhos e João estuda música. Corremos muito, mas chegamos atrasados.
9.2. Subordinativas (dependentes) = ligam duas orações, subordinando uma à outra.Ex.: Não sei se ele virá. / Chovia quando voltei para casa. / Iremos à praia se fizer bom tempo

INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS
ANDRÉ, Hildebrando. Gramática Ilustrada. São Paulo: Editora Moderna, 1990.
HOLANDA, Aurélio Buarque de. Pequeno Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Editora Nacional, 1987.
SACCONI, Luiz Antônio. Nossa Gramática em testes e exercícios. São Paulo: Editora Moderna, 1990.
SARGENTIM, Hermínio G. Redação, Curso Básico. São Paulo: Editora IBEP, 1991.
SOARES, Magda. Português através de textos. Volumes 1, 2, 3, 4. São Paulo: Editora Moderna, 1990.

4 comentários:

Rony Lima disse...

Olá! Assim como muitas outras pessoas, estou querendo fazer o cpa para a conclusão dos meus estudos, porém , nao sei ao certo quais são os assuntos , nem por onde devo começar os meus estudos para as provas. Caso possam me dar alguma dica , está aqui o meu e-mail:
ronekbeca@hotmail.com.
Abraço à todos.

OLAVO GALVAO-CPA-SAJ disse...

as proximas inscricoes so em 2010.
aguarde calendario

Anônimo disse...

como faço pra me escrever ??

Paulo cesar disse...

bom dia quero fazer o cpa para termina meu 2 grau mais não oque estudar para prova de português